Cidade Refúgio

ENTIDADES DISCUTEM LIBERDADE DE EXPRESSÃO E CRIAÇÃO DE CIDADES DE REFÚGIO NO BRASIL PARA ESCRITORES PERSEGUIDOS

O Brasil será o primeiro país da América do Sul a ter cidades refúgio para escritores perseguidos

Antecedentes

Há um quarto de século, no mesmo ano da derrubada do muro de Berlim, o escritor Salman Rushdie foi condenado a morte e buscado pelo mundo inteiro por esbirros da polícia secreta iraniana. Se ele escapou da morte, infelizmente, muitos de seus leitores, tradutores, editores e livreiros foram perseguidos e alguns até assassinados por terem divulgado ou lido Os Versos Satânicos.

Diante desses fatos e de assassinatos de escritores, o próprio Salman Rushdie juntamente com mais de 350 escritores do mundo criaram, em 1993, em Estrasburgo (França), o Parlamento Internacional de Escritores, entidade que deu origem a uma rede de Cidades Refúgio para escritores perseguidos.

Em 2006, escritores residentes na cidade de Stavanger (Noruega) reestruturaram essa rede e criaram uma organização internacional integrada por sócios independentes, denominada International Cities of Refuge Network (ICORN). A nova entidade ofereceu 40 lares seguros para acolher escritores que podiam, então, continuar a se expressar de maneira livre. Dessa forma, os escritores estavam em segurança, mas não em silêncio.

Com o aumento do número de escritores perseguidos (em 2003, segundo dados do PEN Internacional, chegavam a cerca de 800), foi preciso abrir novos espaços para acolher romancistas, ensaístas, dramaturgos, poetas, blogueiros, editores, tradutores, redatores, jornalistas e caricaturistas ameaçados de morte e de tortura.

Ampliação pela América Latina

Por esta razão, foi lançado o projeto CABRA (Casas Brasileiras de Refúgio). O primeiro passo dado se deu em 2014, quando o PEN Clube do Brasil tomou a iniciativa de organizar um Grupo de Trabalho destinado a divulgar as iniciativas levadas a cabo pelo ICORN neste país, terra de longa tradição de imigração e de integração cultural com outros povos. A defesa da liberdade de expressão, o respeito aos direitos humanos, o exercício da democracia, a tradição de hospitalidade, tudo isso são valores essenciais que permitem ao Brasil abraçar plenamente essa causa.

A função principal do ICORN é possibilitar a integração de cidades membros e seus escritores hospedados numa rede global de solidariedade, criatividade e interação mútua. As cidades brasileiras que se filiarem a essa atividade serão altamente beneficiadas, porque as modernas formas de comunicações da atualidade permitem aos escritores do ICORN atingir as mídias e numerosas audiências em seus país de origem, como também suas vozes poderão ser ouvidas por novos públicos nas cidades que os acolhe e além-mar.

PEN Clube do Brasil, Casas Brasileiras de Refúgio (CABRA), ICORN e PEN Internacional, portanto, decidiram no decorrer de 2014 estabelecer uma agenda de trabalho destinada a criar condições concretas para a fundação de casas de refúgio no Brasil. Assim, os representantes dessas entidades visitarão as cidades de Ouro Preto, Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro durante o período de 29 do corrente a 6 de novembro próximo, com o objetivo de divulgar essa relevante iniciativa em defesa da liberdade de expressão e de apoio a escritores perseguidos em qualquer parte do mundo. 

Programação

FÓRUM DAS LETRAS – OURO PRETO

(www.forumdasletras.com.br)

Dia 29 de outubro - 16h: Debate: Cidades Brasileiras de Refúgio para escritores perseguidos

Participantes: Helge Lunde (Diretor da ICORN); Claudio Aguiar (Presidente do PEN Clube do Brasil); Mediação: Sylvie Debs (Representante da ICORN no Brasil). Participação especial: Escritores Mohsen Emadi (Irã) e Diana Vallejo (Honduras).

Local: Anexo do Museu da Inconfidência - Rua Vereador Antônio Pereira, 33 – Centro - Ouro Preto, MG - CEP 35400-000 - TEL: + 55 31 3551-1121/3551-1123

18h30: Abertura oficial do Fórum das Letras de Ouro Preto por Rogério Santos (Pro-reitor de Extensão) e participação de Karine Pansa (Presidente da Câmara Brasileira do Livro); Fabiano Santos (Diretor do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Ministério da Cultura); Ângelo Oswaldo (Presidente do IBRAM); Marcone Jamílson de Freitas (Reitor da UFOP) e José Castilho (Secretario Executivo do Plano Nacional do Livro e da Leitura).

Celebração da Primeira Casa Refúgio do Brasil - Helge Lunde (Diretor da ICORN); Marcone Jamílson de Freitas (Reitor da UFOP); Arthur Versiani Machado (Diretor Geral do IFMG) e Guiomar de Grammont (Curadora do Forum das Letras).

Encerramento: Local: Cine Teatro Vila Rica - Praça Reinaldo Alves de Brito, 47 - Centro - Ouro Preto - MG - CEP 35400-000 - TEL: + 55 31 3552-5424 - www.ouropreto.org.br/Cine-Teatro-Vila-Rica

Dia 30 de outubro - 18h: Exílio ou Silêncio? Testemunhos de Escritores acolhidos por ICORN - Apresentação: Frei Betto; Mohsen Emadi (Irã); Diana Vallejo (Honduras); Maria Tereza Atrián (México); Mediação: Marion Loire

Local: Cine Teatro Vila Rica - Praça Reinaldo Alves de Brito, 47 - Centro - Ouro Preto - MG - CEP 35400-000 - TEL: + 55 31 3552-5424

www.ouropreto.org.br/Cine-Teatro-Vila-Rica

FEIRA DO LIVRO – PORTO ALEGRE

www.feiradolivro-poa.com.br

Dia 2 de novembro - 18h30: ICORN discute a liberdade de expressão e a criação de Cidades de Refúgio no Brasil para escritores

Perseguidos – Participantes: Helge Lunde (Diretor da ICORN); Claudio Aguiar (Presidente do PEN Clube do Brasil); Carles Torner (Diretor Executivo do PEN Internacional);  Mediação: Sylvie Debs (Representante da ICORN no Brasil) - Participação especial: Mohsen Emadi (Irã) e Diana Vallejo (Honduras). 

Local: Auditório Barbosa Lessa - Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV)

Rua dos Andradas, 1223 / 4 o Andar - Centro Histórico – Porto Alegre - RS - TEL: + 55 51 3226-7974 - www.cccev.com.br

SEMINÁRIO NO SESC – SÃO PAULO

(www.sescsp.org.br)

Dia 4 de novembro - 14h: Abertura do seminário

14h15 – 15h15: Apresentação de ICORN e do projeto CABRA por Helge Lunde (Diretor da ICORN); Carles Torner (Diretor Executivo do PEN Internacional); Sylvie Debs (Representante de ICORN no Brasil);

15h30 – 16h30: Testemunhos de escritores exilados e hospedados por ICORN: Mohsen Emadi (Irã), Diana Vallejo (Honduras);

16h30 – 17h30 : Poesia no exílio: as vozes de Mohsen Emadi e de Diana Vallejo. Declamação de poemas pelos autores.

17h30: Encerramento do seminário

Local: Centro de Pesquisa e Formação - Rua Plínio Barreto, 285 - 4o andar - Bela Vista - São Paulo – SP - TEL.:+55 11 3254-5622

PEN CLUBE DO BRASIL – RIO DE JANEIRO

(www.penclubedobrasil.org.br)

Dia 5 de novembro - 17h30: ICORN discute a liberdade de expressão e a criação de Cidades de Refúgio no Brasil para escritores

perseguidos – Participantes: Claudio Aguiar (Presidente do PEN Clube do Brasil); Helge Lunde (Diretor da ICORN); Carles Torner (Diretor Executivo do PEN Internacional); Mediação: Sylvie Debs (Representante da ICORN no Brasil).

Local: Sede social do PEN Clube do Brasil: Praia do Flamengo, 172 / 1.101 - Flamengo - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22210-030 - TEL: + 55 21 2556-0461

Quem é quem

Clique nos nomes abaixo para conhecer melhor o perfil dos participantes dos Encontros programados para a criação de cidades de refúgio no Brasil

Cláudio Aguiar

Sylvie Debs

Helge Lunde

Carles Torner

Mohsen Emadi

Diana Valejo

Clique aqui para ler mais.